Líder do governo avalia que redução de impostos anunciada por Mauro também atrairá mais investimentos

Líder do governo avalia que redução de impostos anunciada por Mauro também atrairá mais investimentos
Compartilhe

O deputado Dilmar Dal’Bosco (DEM), líder do governo na Assembleia, acredita que o parlamento aprovará em pouco tempo o projeto do governador Mauro Mendes reduzindo o Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) da energia elétrica (de 25% e 27% para 17% a todos os setores), dos serviços de comunicação, como internet e telefonia (de 25% e 30% para 17%), da gasolina (de 25% para 23%), do diesel (de 17% para 16%), do gás (de 17% para 12%) e do uso do sistema de distribuição da energia solar (de 25% para 17%).

Dilmar relembrou as condições das finanças do Executivo em 2019, quando a atual gestão assumiu e enalteceu o trabalho conjunto entre o Executivo e Assembleia que retomaram o equilíbrio fiscal e permitiram o a proposta de redução de impostos apresentada por Mauro, no início desta semana. “O que a gente observa aqui é a visão de gestão e inteligência desse governo. Lá em janeiro de 2019, o Estado tinha um déficit de quase R$ 4 bilhões. E agora, neste momento, todas as empresas querem investir aqui pois o governo está pagando todas as suas contas em dia, diminuiu os custos, criou o Mais MT, com investimentos de mais de R$ 9 bilhões. Tudo isso gera mais arrecadação para o Estado e proporciona mais investimento, com centenas de obras de pontes, rodovias. É um Governo de visão”, analisou.

Com o pacote de redução de ICMS, o Governo de Mato Grosso deve deixar de arrecadar cerca de R$ 1,2 bilhão por ano, valor que permanece no bolso dos contribuintes.

Com o projeto de lei aprovado, a redução da carga tributária passa a vigorar a partir de 1º de janeiro de 2022.

Política – Só Notícias
Read More

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *