Motorista acusado de jogar carro em motociclista e matá-lo é condenado a 18 anos de prisão em MT | Mato Grosso

Motorista acusado de jogar carro em motociclista e matá-lo é condenado a 18 anos de prisão em MT | Mato Grosso
Compartilhe

Reginaldo vai responder por homicídio qualificado por motivo fútil, com emprego de meio que caracterizou perigo comum e com recurso que dificultou a defesa da vítima.

O g1 não conseguiu localizar a defesa do acusado.

No caso de Júlio César da Silva Campos, que estava como carona de Pedro, Reginaldo foi condenado por tentativa de homicídio qualificado por motivo fútil, com emprego de meio que caracterizou perigo comum e com recurso que dificultou a defesa da vítima.

A Justiça também o condenou por embriaguez ao volante. Na penalidade, foi lembrado que o crime foi cometido na presença do filho de Reginaldo, que tinha quatro anos, à época. Com isso, houve um aumento de pena por ter colocado em risco a vida de um menor.

“Tendo em vista que os crimes contra a vida foram praticados em contexto de mesma ação, entendo que deve ser utilizada a regra do concurso formal de crimes. Tratando-se do concurso de dois crimes, utilizo do equivalente a 1/6 para agravar a pena do crime mais grave de modo a fixar pena definitiva em 18 anos e 8 meses de reclusão”, decidiu.

Quanto ao fato de estar dirigindo embriagado, foi condenado a 7 meses de detenção, pagamento de 12 dias-multa e a suspensão de se obter permissão ou habilitação para dirigir veículo automotor pelo prazo de 2 meses e 10 dias.

Reginaldo terá que cumprir pena em regime fechado.

A juíza em regime de cooperação, Marina Carlos França, deixou de aplicar o valor mínimo para reparação dos danos causados pela infração e negou ao réu o direito de recorrer em liberdade.

Motorista é preso após lançar carro em motociclista no MT

Segundo testemunhas, o piloto da moto e o motorista da caminhonete tiveram uma desavença no trânsito por causa de uma tentativa de ultrapassagem.

2 de 2
Caixas de cervejas encontradas no carro — Foto: Deletran

Caixas de cervejas encontradas no carro — Foto: Deletran

Ele afirmou que soube que seu filho e um amigo haviam sofrido um acidente de trânsito e que haviam sido levados ao Pronto Socorro de Várzea Grande, região metropolitana de Cuiabá, por uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu).

O motorista Reginaldo dos Santos Alexandre, teve a prisão convertida pela Justiça no dia 2 de dezembro.

O Noroeste
Read More

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *