Virgínia lamenta atos de “politicagem” em Cuiabá e desafia prefeito Emanuel Pinheiro

Virgínia lamenta atos de “politicagem” em Cuiabá e desafia prefeito Emanuel Pinheiro
Compartilhe

A primeira dama, Virginia Mendes, lamentou que “algumas pessoas só vivem de fazer politicagem e esquecem que o principal é cuidar do próximo, olhar pelos mais necessitados. Essa é a missão de quem está em um cargo eletivo nesse momento. Não é fazer cortina de fumaça para distrair os cidadãos cuiabanos, para que não vejam o que não estão fazendo”. A manifestação também foi para rebater críticas de adversários políticos na capital.  “Tenho sido procurada, desde que assumi a função de primeira-dama do Estado de Mato Grosso, pelas instituições e entidades que auxiliam a população mais carente da nossa Capital. Sou cuiabana, amo a minha terra, e nunca deixei de ajudar e auxiliar a todos que vivem aqui. Quem faz a politicagem deveria gastar mais energia cuidando do nosso povo, porque se estivesse cuidando da nossa Cuiabá, não estaria sendo tão procurada como estou”.

Vírgínia também expôs que “as instituições e igrejas nos procuram pelo bom trabalho que realizamos quando o meu marido foi prefeito de Cuiabá. Eles agora procuram o Estado, pois sabem que vamos ajudar a resolver o problema. Por isso realizamos as nossas ações em Cuiabá, direto com as instituições e entidades. Trabalho de forma voluntária e não fico o tempo todo mostrando nas redes sociais o que fazemos. Mas, hoje faço questão de mostrar a verdade em números e ações, porque a secretaria de Assistência Social e Cidadania, além da minha equipe da Unaf, merecem respeito”.

“Nesse período de 2019 até hoje, só em Cuiabá já oferecemos 194 mil pratos populares e 17 mil marmitas foram distribuídas para população de rua. Entregamos 122 mil cestas básicas para entidades, igrejas, pessoas que sobrevivem no lixão de Cuiabá, e que veem no Estado seu único parceiro nas horas de aperto e aflição, como a que estamos passando no momento, em decorrência da pandemia. E essas cestas foram compradas levando em consideração o menor preço, a melhor qualidade e a maior quantidade de produto”, acrescentou a primeira dama.

Ela manifestou ainda que “nós também aquecemos a alma de quem vive aqui, com a distribuição de 37 mil cobertores. Pagamos dívidas de gestões anteriores na assistência social com o município de Cuiabá, para que fizessem ações em prol da população, no valor total de R$ 662 mil, além disso, cumprimos com o nosso papel e transferimos os valores de cofinanciamento do governo com o município no valor de R$ 2,1 milhões. Não vou nem citar o que fazemos por todo o Estado, que garantir emprego e renda, as ações para as mulheres vítimas de violência doméstica, como a inauguração da Delegacia 24horas em Cuiabá, e os programas Ser Família, Ser Mulher, Ser Criança, Ser Idoso, Ser Inclusivo, Ser Indígena, Vem ser Mais Solidário, Aconchego que beneficiam milhares de cuiabanos e mato-grossenses. Além é claro do Ser Família Emergencial, que lançamos a poucos dias e irá auxiliar com recurso financeiro no valor de R$ 150, mais de 10 mil famílias cuiabanas e 100 mil em todo o Estado”.

“O que fazemos por Cuiabá, estamos fazendo em todo Mato Grosso. Mas essa minha prestação de contas aqui é para mostrar a aqueles que teimam em jogar baixo, que só vivem de falácia, que não importa o que vocês falam, pois nossas ações falam por nós. E vou além, vamos falar da Saúde. Em apenas uma gestão como prefeito, o Mauro abriu o Hospital São Benedito, projetou, licitou e iniciou as obras do novo Pronto-Socorro, duas unidades de saúde que Cuiabá ganhou com nosso trabalho. E foi o Mauro, como governador que teve que assumir a Santa Casa, que era uma responsabilidade do município e que a prefeitura ajudou a fechar por falta de pagamento”.  E não vamos esquecer do Centro de Triagem na Arena Pantanal para testar a população, um serviço básico de saúde que o município é quem devia fazer. Em oito meses, mais de 130 mil pessoas já tiveram diagnóstico, exames, consultas e medicamentos à disposição quando foi necessário. Tudo isso porque esse serviço não estava sendo feito em Cuiabá”.

A primeira dama desafiou “o prefeito Emanuel Pinheiro a mostrar os números e documentos que comprovem o que ele fez pelo social e pela saúde na nossa capital. De falácia ele é muito bom, de discurso ele é excelente, mas na prática todos nós sabemos a realidade. Por isso, quero ver os números, pois ele já está na segunda gestão e as ações ainda são pífias e não surtem resultado para a sociedade. Por isso, ao invés de gastar energia, querendo prejudicar a imagem de todo o trabalho honesto que é realizado pelo Governo de Mato Grosso, faça o seguinte: coloque Deus na frente e trabalhe, trabalhe e trabalhe pelo bem da nossa Capital. Assim, não terá tempo de espalhar fake News”, concluiu Virgínia.

Política – Só Notícias
Read More

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *