Mesmo com população menor Sorriso tem mais casos de feminicídios que Sinop

Compartilhe

Sorriso, com 90 mil habitantes, segundo o último levantamento do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) teve três casos de feminicídios, ano passado. Sinop, com uma população de 149 mil, que registrou apenas um crime caracterizado como feminícidio, em todo ano passado. Os dados são da superintendência do Observatório de Segurança da secretaria de Estado de Segurança Pública. O número de habitantes em Sinop é 60% maior.

Por outro lado, segundo o observatório, em 2019, Sinop teve 3 casos e Sorriso 2. “É um número relativo e muito alto independente do número de moradores. O ideal é que não tenha nenhum. Em Sorriso, a gente tem um núcleo de defesa da mulher. Quando houver uma agressão, uma ameaça a polícia tem que ser comunicada. Com isso impedimos que possivelmente assassinato. Quando a mulher se apresenta, nos pedindo proteção, tiramos o agressor do seu convívio. Mas, os meios têm que ser procurado, para que possamos fazer alguma coisa”, disse o delegado de Polícia Civil em Sorriso, Márcio Portela, ao Só Notícias.

Portela lembrou o caso do marido que foi preso acusado de atear fogo em uma residência de alvenaria localizada na rua Joinville, no Jardim Primaveras, em janeiro, que pertencia a sua ex-mulher. Não havia ninguém no imóvel no momento do incêndio. “Se não tivéssemos agido poderia ter havido um assassinato”.

Em Sinop, os casos de feminicídio diminuíram 66,6%, em relação a 2019. Foi registrado um, ante 3. O delegado Regional, Carlos Eduardo Muniz, disse que a Delegacia Especializada de Defesa da Mulher, Criança, Adolescente e Idoso de Sinop “tem ampliado o atendimento da mulher, hoje em dia eles criaram uma sistemática que a mulher imediatamente já realiza o pedido de protetivas justamente para que ela possa se sentir mais segura. Cada vez eles têm se tornado mais específicos e mais especializados”.

Polícia – Só Notícias
Read More

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *