Governador se reúne com ministro da Saúde e diz que vacinas estão chegando a conta-gotas em MT | Mato Grosso

Governador se reúne com ministro da Saúde e diz que vacinas estão chegando a conta-gotas em MT | Mato Grosso
Compartilhe

O pedido dos governadores para o ministro da Saúde Eduardo Pazuello foi o de mais vacinas contra a Covid-19 e um calendário com datas definidas para a entrega de novas doses.

Mauro Mendes participou da reunião virtual direto de São Paulo. Mato Grosso é um dos estados em que a continuidade da campanha está comprometida. Em Cuiabá, Rondonópolis, Sinop e Cáceres só tem vacina para a segunda dose.

Mauro Mendes disse que a vacina tem chegado a conta-gotas. O governador defende que o Ministério da Saúde autorize os estados a comprar o imunizante diretamente dos laboratórios, mas a resposta do ministro durante a reunião foi a apresentação de um calendário informando que até o mês de julho, o país deve receber mais de 230 milhões de doses e que a continuidade da vacinação está garantida.

Ainda esse mês, Pazuello garante que serão entregues 2 milhões de doses da Astrazenica Fiocruz e 9,3 milhões da Sinovac Butatan.

Em março, o ministério aguarda a chegada de quase 35 milhões de doses das duas vacinas. Assim como no restante do país, Mato Grosso tem usado apenas as vacinas que são enviadas pelo Ministério da Saúde, por meio do Programa Nacional de Imunização.

O estado recebeu 191 mil doses, desde o dia 19 de janeiro, quando a campanha começou. O último lote foi entregue há mais de uma semana. Essas doses foram distribuídas nos 141 municípios.

Além do fórum nacional dos governadores, a cobrança por mais vacina também foi feita pela frente nacional dos prefeitos. A entidade divulgou uma nota atribuindo a escassez da vacina a sucessivos equívocos do governo federal e alertando que muitas cidades do país já estão com o estoque de doses zerado.

O Noroeste
Read More

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *