OBRAS DA BR-174 – Barbudo agradece presidente da Funai pelo empenho na liberação do licenciamento das obras da BR-174

OBRAS DA BR-174 – Barbudo agradece presidente da Funai pelo empenho na liberação do licenciamento das obras da BR-174
Compartilhe

Ninguém questiona a importância da BR-174 para destravar o desenvolvimento do noroeste de Mato Grosso. Empresários, vereadores, prefeitos, deputados, senadores, produtores rurais, comerciantes e até gente simples e anônima dos municípios próximos a essa rodovia federal sabem que a alternativa é acessar o norte do país.  

Todo mundo também sabe ou deveria saber que a prioridade em logística para os barões do agronegócio e seus tentáculos no Congresso Nacional é outra e passa ao largo do noroeste do estado. A eles interessa a chega ao porto de Miritituba/PA, seja pela BR-163 ou, futuramente, pelo corredor ferroviário de exportação do Brasil pelo Arco Norte, a EF-170, também chamada ferrovia Ferrogrão.

Nada contra esse arrojado projeto. Ele é imprescindível para impulsionar o desenvolvimento de MT, gerar emprego e renda para o povo. Que isso fique bem claro!  

Inaceitável é priorizar uma região em detrimento de outras. O desenvolvimento precisa ser regionalizado de modo a contemplar todo o estado e favorecer o crescimento socioeconômico de todas as regiões.  

O Noroeste de MT não pode ser rotulado de vale dos abandonados. E, a depender da firme atuação do deputado federal Nelson Barbudo, não será mesmo. O parlamentar bolsonarista está empenhado na conclusão das obras de pavimentação asfáltica da BR-174, bem como na construção de 23 pontes ao longo do trecho.  

As obras de pavimentação dessa rodovia federal foram delegadas pela União ao governo do estado em 2013, ainda durante o trágico governo Silval Barbosa, que foi sucedido por Pedro Taques, que também nada fez para adiantar o licenciamento ambiental e equacionar as componentes indígenas. Já o governo do presidente Jair Bolsonaro, em parceria com o governo de MT, está mudando a situação.  

Nada disso, no entanto, acontece por acaso. É resultado de esforços e de muita dedicação. O deputado Nelson Barbudo tem se empenhado pessoalmente na conclusão da pavimentação dessa via crucial para o noroeste do estado.  

Barbudo fez gestão junto ao ministro Tarcísio Gomes de Freitas (Infraestrutura) e dialogado com o presidente da Funai, Marcelo Augusto Xavier da Silva. Um avanço importante foi a aprovação, pelas comunidades indígenas Araras do Rio Branco e Povo Rikbaktsa, do Estudo de Componente Indígena (ECI), que é necessário para liberação do licenciamento ambiental para a obra de pavimentação e construção de pontes de concreto na rodovia federal BR-174.  

“A aprovação desse estudo de componente indígena assegura o inicio desde logo da construção das pontes. Precisamos, agora, da aprovação pela FUNAI do Plano Básico Ambiental Indígena, que já está sendo construído pela Sinfra/MT”, afirmou Barbudo, acrescentando que o objeto do delegado da Polícia Federal, Marcelo Augusto Xavier, no comando da Funai é destravar o desenvolvimento do país.

Na semana retrasada, o deputado bolsonarista visitou a região, se encontrou com prefeitos, produtores rurais e lideranças políticas. Ele percorreu trecho da rodovia BR-174 e, em seguida, voltou a cobrar agilidade na liberação do licenciamento para que as obras sejam retomadas com celeridade e atendam as necessidades daquele pedaço quase esquecido e Mato Grosso.

Fonte: Edésio Adorno
Tangará da Serra

Assista o vídeo:

DN Notícias

DN Notícias

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *