Primeira-dama de MT posta foto em leito de hospital e diz que se recupera aos poucos de reinfecção da Covid-19 | Mato Grosso

Primeira-dama de MT posta foto em leito de hospital e diz que se recupera aos poucos de reinfecção da Covid-19 | Mato Grosso
Compartilhe

A primeira-dama de Mato Grosso, Virgínia Mendes, fez uma postagem em suas redes sociais dizendo que está se recuperando da reinfecção da Covid-19 e que deve ter alta médica ainda nesta semana.

Em publicação nas redes sociais, Virgínia aparece em um leito de hospital em São Paulo (SP) e diz que está sendo monitorada pela equipe médica que já a acompanha desde que foi submetida ao transplante de rim.

“Graças a Deus já estou bem melhor, me recuperando gradativamente da reinfecção da Covid-19. A equipe médica que me acompanha tem cuidado muito bem de mim, e devo ter alta do hospital essa semana, se Deus quiser. Agradeço todas as orações e mensagens de carinho e apoio que tenho recebido, e peço a todos que continuem se cuidando”.

A primeira-dama também faz um alerta para que as pessoas evitem aglomerações.

“Sei que nessa época de Carnaval muitas pessoas querem sair de casa, mas ainda estamos vivendo uma pandemia do novo coronavírus e os casos têm crescido muito. A nossa vida é muito preciosa e teremos muito tempo para curtir, então vamos continuar seguindo as recomendações, usando máscara todos os dias, lavando as mãos ou passando álcool em gel e nos protegendo e cuidando dos outros também”, disse ela.

Virgínia foi diagnosticada com Covid-19 no início deste mês pela segunda vez.

A primeira-dama Virginia Mendes testou positivo para Covid-19 em setembro de 2020. Em junho, o governador Mauro Mendes (DEM), também foi diagnosticado com o coronavírus e ficou em isolamento domiciliar.

A mãe da primeira-dama de Mato Grosso, Euridice Gomes da Silva, de 78 anos, recebeu alta da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) em 28 de janeiro, após ficar 7 meses internada devido à Covid-19.

Euridice Gomes da Silva seguirá sendo monitorada em um apartamento na unidade hospitalar até receber alta médica.

O Noroeste
Read More

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *