Carnaval começa em MT com dias úteis, comércio aberto e fiscalização contra festas e aglomerações | Mato Grosso

Carnaval começa em MT com dias úteis, comércio aberto e fiscalização contra festas e aglomerações | Mato Grosso
Compartilhe

Os dias 15 e 16 de fevereiro, previstos como pontos facultativos em alusão ao período de Carnaval, terão comércios abertos, expediente normal em órgãos públicos e fiscalização contra festas e aglomerações. Desfiles de blocos e festas oficiais estão suspensas neste ano, em Mato Grosso.

No ano passado, houve um aumento de 20% no número de pontos de festas de Carnaval em relação a 2019. Em 2020, estima-se que 230 mil foliões em municípios como Cuiabá, Chapada dos Guimarães, Santo Antônio de Leverger, Barra do Garças, Cáceres, Primavera do Leste e Lucas do Rio Verde, participaram de festas carnavalescas.

Como forma de reduzir o avanço da Covid-19 no estado, no dia 1° deste mês, o governo estadual assinou um novo decreto proibindo “quaisquer festas ou eventos comemorativos de Carnaval, em ambientes abertos ou fechados, promovidos por iniciativa pública ou particular”. Esta foi a mesma decisão da maioria das capitais do Brasil.

Para a Câmara de Dirigentes Logistas de Cuiabá (CDL) o ponto facultativo durante o Carnaval dificultava a movimentação na maior parte do comércio, já que muitos comerciantes optavam por suspender os atendimentos. Já neste ano, com o novo decreto, esse período de trabalho pode ajudar no processo de retomada da economia.

“Sabemos da importância do Carnaval para algumas atividades econômicas, em especial o setor de eventos, mas devido à necessidade em evitar aglomerações, nesse momento precisamos pelo menos manter a normalidade na maior parte do comércio”, afirmou o presidente da entidade, Célio Fernandes, por meio da assessoria.

Lojas de rua e shoppings centers de Cuiabá e Várzea Grande, região metropolitana da capital, funcionarão normalmente.

Já as agências bancárias terão o expediente suspenso nos dias 15, 16 e até às 12h do dia 17, segundo a Federação Brasileira dos Bancos (Febraban).

2 de 3
Decreto proíbe Carnaval em Chapada dos Guimarães — Foto: Divulgação

Decreto proíbe Carnaval em Chapada dos Guimarães — Foto: Divulgação

Chapada dos Guimarães: Entre os dias 13 e 16 de fevereiro, está proibida a realização de eventos carnavalescos. O decreto prevê multa de até R$ 30 mil ao responsável pelo estabelecimento que desrespeitar as normas.

Santo Antônio de Leverger: Ponto facultativo e Carnaval cancelado. O descumprimento destas regras, conforme o decreto do município, pode resultar em sanções criminais às pessoas físicas envolvidas.

Barra do Garças: Comemorações de Carnaval estão proibidas entre os dias 12 e 17 deste mês.

Cáceres: Pontos facultativos dos dias 15, 16 e 17 de fevereiro foram revogados. Festas e aglomerações estão proibidas no município.

Lucas do Rio Verde: Prefeitura decretou ponto facultativo nos dias 15 e 16, no entanto, proibiu a realização de quaisquer festas ou eventos públicos e privados comemorativos de Carnaval.

3 de 3
Polícia Militar estará nas ruas para evitar aglomerações — Foto: Polícia Militar de Mato Grosso

Polícia Militar estará nas ruas para evitar aglomerações — Foto: Polícia Militar de Mato Grosso

A Polícia Militar lançou a terceira edição da Operação Dispersão, nesta sexta-feira (12), com reforços na fiscalização nos 141 municípios do estado para evitar aglomerações.

De acordo com a polícia, equipes de segurança estarão nas ruas durante o período carnavalesco para fiscalizar festas clandestinas, aglomerações e outras situações de desrespeito às medidas de prevenção à Covid-19.

Nas duas primeiras fases da operação, realizadas em 2020, a Polícia Militar realizou 5.709 dispersões em festas. Além disso, foram fechados cerca de 400 estabelecimentos que desrespeitavam as medidas de prevenção, como excesso de pessoas sem respeitar distanciamento.

Ainda segundo a polícia, também foram notificados 2.153 comércios nos quais havia pessoas sem máscara.

Somente em janeiro deste ano, a PM desfez 145 aglomerações, festas clandestinas, sem o distanciamento recomendado.

O Noroeste
Read More

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *