Secretaria cria departamento para monitorar e punir suspeitos de destruírem sinalizações e pontes de ônibus em Cuiabá | Mato Grosso

Secretaria cria departamento para monitorar e punir suspeitos de destruírem sinalizações e pontes de ônibus em Cuiabá | Mato Grosso
Compartilhe

A Secretaria de Mobilidade Urbana (Semob) informou que terá um departamento para monitorar pontos de ônibus, placas de sinalizações verticais e horizontais, semáforos e radares para evitar ações de vandalismo. Conforme o secretário da pasta, Antenor Figueiredo, no ano passado foram 12 abrigos de ônibus danificados.

De acordo com o secretário, o departamento terá o objetivo de recuperação de bem público. Se quebrar um ponto de forma proposital, o cidadão terá que arcar com o custo da reforma daquele abrigo.

Antenor disse ainda que isso valerá para aqueles motoristas que batem em semáforos e radares e fogem. Existem também outros problemas que são as placas que são arrancadas por vândalos. “Iremos monitorar e encontrar essas pessoas que praticam esse desserviço a sociedade destruindo um bem público. Estragou? Vai ter que arrumar”, disse Figueiredo.

Com relação às estações de ônibus da região central, Antenor disse que a Prefeitura de Cuiabá, sob determinação do prefeito Emanuel Pinheiro, em breve, os responsáveis pela manutenção das estações serão as empresas de ônibus que exploram o serviço de transporte público na Capital.

” Todas as estações entregues pela Prefeitura estão em perfeito estado, em breve, as empresas de ônibus serão responsáveis por preservá-la e cuidar para que ações de vândalos não danifique-as”, concluiu o secretário de Mobilidade Urbana.

A Prefeitura de Cuiabá, por meio da Semob, já realizou a substituição ou instalação de mais de 300 abrigos destinados a embarque e desembarque dos passageiros do sistema de transporte público. O processo foi iniciado em março do ano passado e evidencia o compromisso para melhoria da mobilidade urbana e atendimento.

De acordo com a Diretoria de Engenharia da Semob, a foram 350 implantações e 280 remoções de abrigos.

O projeto adota conceitos de sustentabilidade e possibilita maior conforto aos usuários. As estruturas foram projetadas com designer moderno, cobertura e assentos, além de um espaço reservado à pessoa com deficiência.

O Noroeste
Read More

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *