Prefeitura e instituições privadas debatem protocolos de segurança para volta às aulas em Sinop  

Prefeitura e instituições privadas debatem protocolos de segurança para volta às aulas em Sinop  
Compartilhe

A prefeitura promoveu uma reunião com representantes das instituições privadas de ensino (faculdades, universidades, centros universitários, berçários e escolas), para debater os protocolos de segurança a serem adotados na volta às aulas. O encontro foi realizado na última quinta-feira.

As instituições privadas definirão a forma da aplicação das aulas de acordo com a capacidade estrutural de cada uma, podendo ser 100% presencial, desde que obedeçam todas as medidas de biossegurança definidas e instituídas pelas organizações de saúde (uso de álcool gel, máscara, distanciamento social, entre outras). Ficou definido ainda que o dia de retorno das atividades ficará à critério do cronograma da própria instituição. A permanência das aulas presenciais levará sempre em consideração, o cenário epidemiológico atualizado no município.

Participaram da reunião diretores das instituições privadas, procuradoria jurídica do município, secretarias de Educação, de Governo e Projetos Estratégicos, e de Desenvolvimento Econômico, além do Comitê de Combate à Covid-19, Conselho Municipal de Educação, e representantes da câmara de vereadores.

“O prefeito busca esse equilíbrio, não somente na educação, mas em todas os segmentos do município, visando o desenvolvimento e um olhar para as necessidades de cada categoria. Avalio positivamente esse diálogo entre o poder público e as instituições privadas de Sinop”, enfatizou a secretária de Governo e Projetos Estratégicos, Faira Strapazzon,.

Conforme Só Notícias já informou, o retorno das aulas na rede municipal será de forma híbrida e escalonada para mais de 17 mil alunos. O ano letivo começa no próximo dia 8. No dia 22,  pelo menos 50% dos matriculados estarão nas escolas. A outra metade intercalará nos dias da semana, respeitando o limite de capacidade. Os alunos que não retornarem vão estudar de forma online.

Um comitê fiscalizará as atividades nas escolas para garantir que os protocolos de segurança, por conta da Covid, estão sendo cumpridos a risca. Apesar da decisão, a possibilidade de um recuo não é descartada com as aulas mantidas somente na modalidade online. Tudo vai depender dos números de casos confirmados da Covid no município. Se houver forte crescimento, a definição  é pelo cancelamento.

Veja o cronograma completo da retomada:

Escola Municipal de Educação Básica

22/02 – Aleixo Schenatto e Taciana Balth Jordão
01/03 – Basiliano do Carmo de Jesus e José Reinaldo dos Santos08/03 – Valter Kunze e Leni Terezinha
15/03 – Centro Educacional Lindolfo José Trierweiller e Uilibaldo Vieira Gobbo
22/03 – Ana Cristina de Sena e Armando Dias
29/03 – Lizamara A. de Almeida, Sadao Watanabe e Simão Flack
05/04 – Jurandir Liberino de Mesquita e Rodrigo Damasceno
12/04 – Maria Amaro de Souza e Silvana.

Escola Municipal de Educação Infantil

22/02 – Monteiro Lobato e Tatiana Belink;
01/03 – São Francisco de Assis e Pequeno Princípe;
08/03 – Alvorada e União;
15/03 – Cecília Meireles, Tempo de Infância e Gente Feliz;
22/03 – Armando Dias, Sylvia Orthof, Santo Antônio e Neuza Graff;
29/03 – Lizamara, Solange Ferronato e Gerson Pires;
05/04 – Elizete Dallabrida, Vinícius de Moraes e Camping Clube;
12/04 – Tarsila do Amaral, De Toda Gente e Silvana.

Política – Só Notícias
Read More

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *