Guedes cancela em cima da hora participação em evento do Fórum Econômico Mundial

Guedes cancela em cima da hora participação em evento do Fórum Econômico Mundial
Compartilhe

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) – O ministro da Economia, Paulo Guedes, cancelou de última hora sua participação nesta sexta-feira (29) em evento do Fórum Econômico Mundial.

A fala estava prevista desde a semana passada e estava na agenda de Guedes, divulgada na véspera. De acordo com o Ministério da Economia, a participação foi cancelada por “assuntos internos”.

As declarações do ministro seriam dadas de forma virtual no painel “Reparando o sistema de comércio internacional”, que analisou possíveis respostas de indústrias e governos para tornar mais resiliente o comércio global após o choque de 2020.

A OMC (Organização Mundial do Comércio) estima que exportações e importações entre países sofreram uma retração de 9% no ano passado devido à pandemia de Covid-19 e a tensões geopolíticas.

Sem Guedes, participaram do debate Elizabeth Truss, secretária de Comércio Exterior do Reino Unido; Sigrid Kaag, ministra do Comércio Exterior da Holanda; e Stefan Oschmann, presidente-executivo da empresa alemã do ramo químico e farmacêutico Merck.

Os participantes analisaram que o mundo pós-chegada da Covid continua enfrentando desafios e defenderam uma união global de países contra o protecionismo, agenda liberal defendida por Guedes.

O evento promovido pelo Fórum Econômico Mundial recebeu o nome de Davos Agenda e acontece de forma virtual como espécie de preparação para a reunião anual sendo planejada para maio, em Cingapura.

O encontro desta semana contou com a participação de diferentes líderes globais, que deram declarações de repercussão global. O presidente da China, Xi Jinping, discursou na abertura defendendo que o mundo abandone o que chamou de mentalidade de Guerra Fria.

Angela Merkel, chanceler da Alemanha, defendeu que o mundo não pode ser obrigado a ficar entre dois blocos (americanos e chineses).

Também participaram do evento Emmanuel Macron, presidente da França; Vladimir Putin, presidente da Rússia; Benjamin Netanyahu, primeiro-ministro de Israel; Narendra Modi, primeiro-ministro da Índia; Alberto Fernández, presidente da Argentina; e diversos outros chefes de estado.

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) não estava na lista de participantes. O principal representante do governo brasileiro foi o vice-presidente Hamilton Mourão, que falou em painel sobre o financiamento da bioeconomia da Amazônia.

Guedes era um dos três ministros previstos na programação. Participaram a ministra Tereza Cristina (Agricultura), que falou sobre a inovação na produção de alimentos; e Ernesto Araújo (Relações Exteriores), sobre geopolítica.

Também esteve no encontro o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), que falou no painel “Repensando cidades para um futuro pós-Covid”.

Notícias ao Minuto Brasil – Economia

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *