GM será um fabricante global de carros elétricos em 2035

GM será um fabricante global de carros elétricos em 2035
Compartilhe

GM será um fabricante global de carros elétricos em 2035

Daqui a 15 anos, você chegará a um concessionário Chevrolet e não poderá mais optar por um motor 1.0 aspirado, 1.0 Turbo ou mesmo um 1.2 Turbo, como atualmente.

Em lugar disso, o vendedor deve lhe apresentar pacotes de bateria e autonomia para os carros que a General Motors estarão vendendo na ocasião. Isso se ainda existirem concessionárias Chevrolet, dado o sucesso da Tesla em vender pela internet.

De qualquer forma, não se trata de um vislumbre fantasioso, mas de uma realidade que a GM anunciou globalmente hoje. A empresa pretende ser um fabricante mundial de carros elétricos, atuando nos mercados onde estiver com veículos puramente movidos por energia.

GM será um fabricante global de carros elétricos em 2035

O movimento não é estranho, dada a proposta atual da montadora em eletrificar sua gama de produtos. Nos próximos cinco anos, a empresa lançará 30 modelos, sendo 20 nos EUA e 10 na China. Mas, isso é apenas o começo. A GM pretende ser uma companhia com carbono neutro em 2040.

Até 2035, todas as fábricas usarão energia renovável e isso significará um esforço hercúleo para deixar as redes de energia atuais, que usam carvão, petróleo e urânio, usando assim redes que venham de fontes limpas.

O portfólio das marcas da GM serão focados em energia, sendo que a Chevrolet deverá eliminar os motores a combustão também no Brasil, algo que não é de todo estranho, dada a estratégia da montadora como um todo.

Nesta semana, comentamos sobre a produção de carros elétricos da Stellantis no Brasil e, sem dúvidas, a partir de 2035, as coisas ficarão mais difíceis para as montadoras instaladas no país. Não se trata apenas da questão técnica, mas da filosofia das empresas.

GM será um fabricante global de carros elétricos em 2035

A GM, nesse caso, já está definindo que até 2035, seu portfólio global será 100% elétrico e não deverá abrir mão dessa meta nem no Brasil. Até lá, muita água vai passar por debaixo da ponte, visto que atualmente a empresa conta com três fábricas de carros no país e outra na Argentina.

Fora isso, a GM tem plano futuro de atuar como fornecedora de serviços com automóveis, não tendo a venda como atividade fim. Por ora, a montadora vai buscar uma transformação progressiva na cadeia de suprimentos, processos industriais e parcerias com revendedores e fornecedores, visando uma atividade sustentável até 2035. Então, daqui a 15 anos, o sucessor do Onix será um modelo 100% elétrico, assim como os demais.

 

© Noticias Automotivas. A notícia GM será um fabricante global de carros elétricos em 2035 é um conteúdo original do site Notícias Automotivas.

Notícias Automotivas
Read More

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *