‘É uma vergonha, revoltante’, diz diretor do Bandeirantes sobre proibição de volta às aulas – 29/01/2021 – Painel S.A.

‘É uma vergonha, revoltante’, diz diretor do Bandeirantes sobre proibição de volta às aulas – 29/01/2021 – Painel S.A.
Compartilhe

Mauro Aguiar, diretor do Colégio Bandeirantes, subiu o tom nesta sexta-feira (29) ao comentar a decisão do Tribunal de Justiça de São Paulo que impediu a retomada das atividades presenciais nas escolas públicas e particulares do estado.

“É uma vergonha. É revoltante”, disse Aguiar ao Painel S.A.. Ele criticou o sindicato dos professores Apeoesp e a postura da juíza Simone Casoretti, que suspendeu a reabertura.

Aguiar disse que nos últimos 25 anos, o sindicato foi contrário a reformas educacionais aplicadas em países civilizados. “Eles estão sempre contra as reformas para defender um pequeno núcleo que é eterno. Essa Bebel [Izabel Noronha, presidente da Apeoesp e deputada estadual] está eterna. São interesses que não têm nada a ver com o aluno e com o jovem”, disse.

Criticando também a decisão da juíza, ele afirma que ela está mexendo com a vida de milhões de famílias que, diferentemente da elite, não têm onde deixar os filhos para irem trabalhar e não têm merenda escolar.

“É uma vergonha que o Poder Judiciário em primeira instância tenha aceitado essas alegações sem ouvir a secretaria, que tem todos os estudos científicos, várias pesquisas nacionais e internacionais mostrando que o prejuízo é incrivelmente maior e que o risco é pequeno, principalmente em relação aos alunos mais humildes”, disse o diretor do Bandeirantes. ​

com Filipe Oliveira e Mariana Grazini


LINK PRESENTE: Gostou desta coluna? Assinante pode liberar cinco acessos gratuitos de qualquer link por dia. Basta clicar no F azul abaixo.

Source link

O Noroeste
Read More

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *