Vacinação contra Covid-19 em Cuiabá segue abaixo do esperado e trabalhadores da saúde podem ir para o fim da fila | Mato Grosso

Vacinação contra Covid-19 em Cuiabá segue abaixo do esperado e trabalhadores da saúde podem ir para o fim da fila | Mato Grosso
Compartilhe

A busca pela vacina contra a Covid-19 em Cuiabá por trabalhadores da saúde está abaixo do esperado, segundo a coordenadora da Vigilância Epidemiológica de Cuiabá Valéria de Oliveira.

Ela explica que as listas encaminhadas pelos hospitais só vão ter validade até esta quinta-feira (28). Depois disso, os trabalhadores da saúde, mesmo aqueles que estão na lisnha de frente, voltarão para o fim da fila.

“A procura não está muito grande e isso está nos angustiando porque foi dada a prioridade, dentro do que já era prioridade, para aqueles que estão no enfrentamento da Covid-19 e tem alguns profissionais que não estão vindo em busca. Então nós estabelecemos que estas listas que os hospitais mandaram, com a assinatura dos diretores, vai até quinta-feira (28). Aí encerramos as listas e vamos dar sequência aos demais trabalhadores. Depois disso, esses profissionais não vão ter mais esse privilégio, porque é um privilégio estar na lista, e eles vão para o final da fila porque não vieram em tempo”, explica a coordenadora.

Ainda segundo Valéria, as listas encaminhadas pelos hospitais abrangem todos os trabalhadores da saúde que têm contato direto com casos de Covid-19, incluindo pessoas responsáveis pela limpeza dos hospitais e recepcionistas.

Além disso, segundo Valéria, a meta da Prefeitura de Cuiabá é imunizar 23 mil trabalhadores da saúde nesta primeira etapa. Até esta quarta-feira (27), no entanto, somente 4.134 pessoas tomaram a primeira dose da vacina.

“Nós temos que imunizar o total de profissionais de saúde na primeira etapa. Temos uma meta de cerca de 23 mil pessoas. Então vamos dar continuidade com outros setores, mas isso vai ser divulgado, quais as categorias, quais os dias, e aí somente por agendamento. Não terá mais listas”, disse ela.

O Noroeste
Read More

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *