Governo investiu mais de R$ 9 milhões na manutenção de escolas em Mato Grosso

Governo investiu mais de R$ 9 milhões na manutenção de escolas em Mato Grosso
Compartilhe

A secretaria de Estado de Educação informou, há pouco, que investiu mais de R$ 9,1 milhões na manutenção preventiva e corretiva de 98 escolas no último ano. As unidades que receberam as intervenções estão localizadas em 45 municípios. As obras de manutenção incluem reparos, adequação e revisão dos telhados, cobertura e forro, banheiros, reparos na parte elétrica e hidráulica, serviços de pintura, troca de pisos, janelas e portas, entre outros. Neste valor não estão incluídas as reformas gerais e as novas obras que foram autorizadas pelo governador Mauro Mendes.

Só em Cuiabá foram beneficiadas 20 unidades. A escola Estadual Antônio Epaminondas, no bairro Lixeira, foi a que recebeu o maior investimento de mais de R$ 385,5 mil. Houve manutenção nos banheiros, com troca de sanitários e chuveiros, ampliação da biblioteca e adequação de algumas salas, como laboratório de ciências e sala dos professores, além de pintura e acessibilidade para alunos com deficiências. O forro e o telhado também tiveram manutenção, assim como vidros quebrados foram trocados.

Secretário da escola, Maycon Willians enfatiza que a quadra poliesportiva também ganhou uma cara nova com a limpeza e pintura. Além disso, ela recebeu tela para afastar os pombos. A unidade atende 210 alunos do Ensino Fundamental (7º ao 9º anos) e do Ensino Médio. Maycon destaca que ainda há vagas para o 7º ano do Ensino Fundamental e para o 3º Ano do Ensino Médio.

Com segundo maior investimento em manutenção, em 2020, em Cuiabá, está a escola Estadual Djalma Ferreira de Souza. Foram R$ 329,7 mil aplicados em melhorias do prédio. Em Várzea Grande foram nove escolas que receberam serviços de manutenção. O maior investimento foi na Escola Nadir de Oliveira, no valor de R$ 330.783,96. As intervenções aconteceram em vários pontos do prédio, como no banheiro, no pátio, na calçada externa e até no muro.

Em Rondonópolis foram atendidas seis unidades e em Cáceres outras cinco. É justamente de Cáceres a escola que teve o maior investimento em manutenção, no Estado, em 2020. As intervenções foram realizadas na Escola Estadual Onze de Março, prédio onde os alunos passaram um susto em 2019 ao verem uma cratera abrir no meio de uma das salas de aulas.

O governo estadual investiu R$ 431.9 mil dando outra aparência para o prédio e, o mais importante, garantindo segurança para os profissionais da educação e para os estudantes. Os pedidos de manutenção para este ano já começaram a ser analisados e deferidos pela secretaria.

 

Política – Só Notícias
Read More

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *