Tico Santa Cruz está investindo em ‘cannabis’, mas nega ser usuário de maconha

Tico Santa Cruz está investindo em ‘cannabis’, mas nega ser usuário de maconha
Compartilhe

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – Tico Santa Cruz, 43, contou estar investindo uma parte de seu dinheiro em ações de “cannabis”, o canabidiol, substância extraída da planta da maconha. “Podem me chamar de maconheiro a vontade! Embora tenha um tempo que não fume maconha, estou aplicando um pedacinho do meu dinheiro em ações de cannabis para uso medicinal e também recreativo em países que já legalizaram ou estão em processo de legalizar”, postou o músico no Twitter.

Como o assunto interessou a internautas que o seguem nas redes sociais, Santa Cruz explicou mais detalhadamente a transação e disse acreditar que o investimento trará resultados a longo prazo. “Porque a legalização e o uso medicinal é um caminho sem volta! Apenas países atrasados continuarão dando dinheiro para traficante! Porque traficante está com poder no Congresso”, respondeu a um seguidor.

Leia Também: Keira Knightley diz que não fará cenas de sexo dirigidas por homens: ‘Desconfortável’

A revelação aconteceu após o cantor receber uma enxurrada de críticas por postar um vídeo que viralizou, no qual debochava de negacionistas que duvidam da eficácia da vacina e da importância da imunização contra a Covid-19. No conteúdo ele falava sobre supostos efeitos colaterais causados pela vacinação, similar àqueles com informações mentirosas que são propagadas por aplicativos de mensagens.

“Começaram as primeiras vacinações e eu recebi informações de uma pessoa muito próxima que recebeu a vacina por ser do grupo de risco. Logo após cinco dias depois, ele começou a ter um descamação nos pés. Essa descamação vai abrindo uma espécie de ferida nasce uma pele como se fosse de um réptil e isso é a forma das pessoas identificarem quem recebeu esse plasma e para que essas pessoas sejam controladas por uma inteligência alienígena”, brincou.

Surpreso com a repercussão, ele explicou porque fez o conteúdo. “O vídeo é tão absurdo que quando passado por grupos de WhatsApp se torna uma coisa palpável, que tem gente que acredita. Quando vem alguém como eu, cheio de tatuagens e artista, é maconheiro, está surtado e deprimido. O que eu estou fazendo é um alerta”, ponderou Santa Cruz, emendando, em tom perplexo. “Estamos em 2021, era para estar falando em carros voadores, de tecnologias revolucionárias e estamos discutindo terra plana, eficácia da vacina, que é uma coisa séria”.

Notícias ao Minuto Brasil – Fama
Read More

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *