Primeira vacinada em Alto Araguaia (MT) venceu câncer durante pandemia e superou Covid-19 | Mato Grosso

Primeira vacinada em Alto Araguaia (MT) venceu câncer durante pandemia e superou Covid-19 | Mato Grosso
Compartilhe

A enfermeira e servidora pública há 12 anos, Gianny de Souza Obando, foi a primeira pessoa a receber a vacina contra a Covid-19 em Alto Araguaia, a 426 km de Cuiabá, nessa quarta-feira (20). A profissional que atua na linha de frente, venceu o câncer de mama durante a pandemia e em outubro de 2020 também foi curada do novo coronavírus.

Gianny diz que a pandemia está sendo uma fase delicada e pede colaboração.

“É tudo novo. Tivemos que fazer reformulações no atendimento. As pessoas ainda continuam não acreditando na doença. Ela mata, mas é capaz de ser curada. Sou prova disso”, conta.

  • Vacinação contra Covid em MT: veja perguntas e respostas
  • Vacina contra a Covid-19: veja quantas doses serão distribuídas para cada município de MT

O início da vacinação aconteceu na Unidade Básica de Saúde (UBS) Gair de Barros, após a chegada de 141 doses no município.

O momento foi acompanhado pelo prefeito Gustavo Melo (PSB) e pela presidente da Câmara Municipal, Mariana de Souza.

Participaram ainda a secretária de Saúde, Manoela Nunes e o coordenador da Atenção Básica, Cleomar Vilela.

“Está perto do fim, mas precisamos ainda cumprir as exigências com os cuidados essenciais, com o uso de máscara, álcool 70%, evitar aglomerações. Foram poucas doses e muitos podem achar estranho, mas daremos seguimento conforme envio do Governo Federal”, afirma o prefeito.

A responsável técnica de enfermagem do Hospital Municipal Deputado Cacildo Hugueney, Daiane da Costa Nunes, foi a segunda a ser vacinada pela técnica de enfermagem Rosangela Resende, que atua há mais de 20 anos na saúde pública.

“Somente quem está na linha de frente sabe o quanto esta vacina vai ser importante no combate a Covid-19. No início, muito medo, e agora com uma grande esperança de 2021 muito melhor”, diz.

A secretária de Saúde Manoela Nunes explica que devido ao número de doses recebidas é preciso compreensão da comunidade, uma vez que a vacinação irá obedecer ao plano estabelecido pelo Governo Federal.

A primeira etapa contempla os profissionais da saúde e idosos acima de 60 anos do asilo e ainda não iremos vacinar todos, conforme os grupos estabelecidos na primeira fase.

O Noroeste
Read More

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *