Cotriguaçu recebe as primeiras doses da vacina do Covid-19, a primeira vacinada é a enfermeira que atua na linha de frente no combate à pandemia

Cotriguaçu recebe as primeiras doses da vacina do Covid-19, a primeira vacinada é a enfermeira que atua na linha de frente no combate à pandemia
Compartilhe

Profissionais de saúde que estão na linha de frente no combate à pandemia do novo coronavírus serão os primeiros a serem vacinados  

O município de Cotriguaçu recebeu, por volta das 17h30 desta quarta-feira (20), as primeiras 60 doses da vacina contra a covid-19. O Município iniciará o Plano Operativo de Vacinação que neste primeiro momento, imunizará apenas os profissionais de saúde que atuam na linha de frente no combate à pandemia. Os demais grupos prioritários serão atendidos gradualmente, conforme o envio das vacinas à Cidade.

No ato de recebimento contou a presença do vice-prefeito, Valdivino Mendes dos Santos, Secretário Municipal de Saúde, Paulino Alves de Carvalho, vereador Gilva Gerson Hoffmann, Polícia Militar de Cotriguaçu, além dos profissionais de Saúde. 

As três primeiras vacinadas foram os profissionais de saúde que atuam na linha de frente no combate à pandemia, Drª Gabriela da Rocha Branco Silveira, técnica em enfermagem Bruna Taisa e a enfermeira Roseneide Santana da Silva.Quem aplicou o imunizante foi a técnica de enfermagem Marlize Boer. A vacinação ocorreu na Secretaria Municipal de Saúde.    

O Estado recebeu do Ministério da Saúde, nesta primeira fase, 126.160 doses da vacina, que irá contemplar 60.074 pessoas, com duas doses. O envio dos imunizantes aos polos regionais conta com o apoio da Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp), das Polícias Federal e Rodoviária Federal e do Ministério da Defesa. 

São contempladas na primeira fase da vacinação, de acordo com o direcionamento do Ministério da Saúde, trabalhadores da saúde que atuam na linha de frente do combate ao coronavírus, pessoas idosas com 60 anos ou mais que vivem em asilos e/ou instituição psiquiátricas e povos indígenas vivendo em aldeias. Mato Grosso vai garantir as duas doses da vacina ao grupo prioritário compreendido nesta fase, sendo o prazo de 14 a 28 dias para a aplicação da segunda dose.

DN Notícias

DN Notícias

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *