Adolescente supostamente envolvida em latrocínio é apreendida escondida na casa da mãe em MT | Mato Grosso

Adolescente supostamente envolvida em latrocínio é apreendida escondida na casa da mãe em MT | Mato Grosso
Compartilhe

Uma adolescente foi apreendida pela Polícia Civil nessa quarta-feira (20) suspeita de ter participado no latrocínio de Ezequias de Lima Rocha, 50 anos, ocorrido no final de dezembro, na cidade de Nova Lacerda, a 546 km de Cuiabá.

Com apoio da Polícia Militar de Nova Lacerda e de Conquista d’Oeste, após várias diligências ela foi localizada e apreendida na casa da mãe, em Conquista d’ Oeste, também na região oeste do estado.

Com base na investigação conduzida pela Delegacia da Polícia Civil de Comodoro, a Promotoria de Justiça representou pela apreensão de dois adolescentes identificados com suposto envolvimento no latrocínio ocorrido dia 30 de dezembro. O pedido do Ministério Público, embasado em fundamentação robusta, foi acatado pelo Judiciário que expediu o mandado.

A equipe de investigação de Comodoro realizou diligências nas cidades para localização dos adolescentes.

A garota aprendida, atualmente com 16 anos, encontra-se à disposição da Justiça. As diligências continuam em busca do outro adolescente.

Outras sete pessoas estão presas e apreendidas por envolvimento no crime. Todas foram detidas em flagrante na data do crime e após as investigações tiveram as prisões convertidas em preventiva. Os adolescentes foram apreendidos e as internações deferidas pela Justiça.

No dia 30 de dezembro, um grupo invadiu uma residência e renderam diversas pessoas. Uma delas foi amarrada e serviu de escudo para que os suspeitos entrassem em uma das residências que fica no mesmo lote.

Uma das vítimas reagiu ao roubo e no momento em que fez o disparo contra os suspeitos, um deles atirou na outra vítima que estava amarrada e em seguida os criminosos fugiram do local levando aparelhos celulares, carteiras, munições e dinheiro.

A vítima, Ezequias de Lima Rocha, 50 anos, foi encaminhada para uma unidade de saúde, mas não resistiu e foi a óbito.

Durante as investigações do flagrante foram conduzidos quatro adultos e quatro menores de idade à delegacia, além da apreensão de armas de fogo.

Diante da materialidade e a gravidade dos crimes, as prisões em flagrante dos adultos foram convertidas em preventiva. Três dos adolescentes que estavam envolvidos diretamente no latrocínio tiveram a internação deferida pela Justiça.

Nas investigações conduzidas pelo delegado Ricardo Marques Sarto, outros dois menores de idade foram citados e são suspeitos de fazerem parte da quadrilha que cometeu o latrocínio. Foi requerida apreensão e deferida pelo Poder Judiciário, sendo que um foi apreendido nesta quarta-feira e o outro ainda não foi localizado.

O Noroeste
Read More

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *