Zague, ídolo e artilheiro do Corinthians na década de 1950, morre aos 86 anos

Zague, ídolo e artilheiro do Corinthians na década de 1950, morre aos 86 anos
Compartilhe

Morreu José Alves dos Santos, um dos protagonistas do Corinthians da década de 1950, aos 86 anos, na terça-feira. Chamado de Zague por seus companheiros de campo e pela torcida alvinegra, o centroavante lutava contra o Mal de Alzheimer.

“O Corinthians perdeu um ídolo nesta terça”, lamentou o clube alvinegro no Twitter. Zague vestiu a camisa corintiana entre 1956 e 1961. Nesse período, participou de 242 partidas e marcou 127 gols. “Nossos sentimentos a parentes, amigos e fãs”, escreveu o time do Parque São Jorge.

Natural de Salvador, Zague fez a sua estreia em um clássico contra o Santos. Marcou dois gols, apresentando sua habilidade aos torcedores que acompanhavam a partida nas arquibancadas da Vila Belmiro. Naquela ocasião, o Corinthians venceu por 4 a 0.

Sua fama não se restringiu ao solo brasileiro. Além do time alvinegro, Zague fez sucesso no América, do México. Lá, o centroavante foi campeão e artilheiro do Campeonato Mexicano e conquistou por duas vezes a Copa do México.

Seu filho, Luís Roberto Alves, o Zaguinho, seguiu os mesmos passos do pai. Jogou na base do Corinthians e vestiu a camisa do América. No México, o sucesso foi tamanho que ele até se naturalizou. Jogou por 11 anos no clube em que seu pai foi ídolo.

Notícias ao Minuto Brasil – Esporte
Read More

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *