Mulher de Paulinho, do Roupa Nova, entra com ação contra filhos do músico por herança

Mulher de Paulinho, do Roupa Nova, entra com ação contra filhos do músico por herança
Compartilhe

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – Mulher de Paulinho, vocalista do Roupa Nova que morreu em dezembro de 2020, a psicóloga e advogada Elaine Soares Bastos, 52, entrou na Justiça contra os filhos do cantor por causa da herança dele.

De acordo com o Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, Elaine move ação contra Twigg de Souza Santos e Pedro Paulo Castor dos Santos, filhos do músico, para solicitar o reconhecimento de união estável com Paulinho e, por consequência, fazer parte da herança. Ela afirma não ter sido incluída no inventário.

O filho do Paulinho, Pedro Paulo, entrou com processo na 7ª Vara de Sucessões e Órfãos do TJRJ, no dia 16 de dezembro de 2020, para dar entrada no inventário dos bens do artista. No processo ele habilitou também a irmã, Twigg Souza Santos.

No dia 11 de janeiro de 2021, Elaine ajuizou petição, no mesmo processo, solicitando sua habilitação no inventário. Procurada, a psicóloga não respondeu às solicitações nem atendeu aos telefonemas. Porém, à revista Quem, disse que os filhos querem que ela vire “mendiga”.

“O Paulinho me chamava de ‘namorada’. Sou dependente dele no IRPF desde 2006 e já dei entrada no INSS para ter direito à pensão. O que estou fazendo é uma regulamentação de união estável, mas os filhos dele estão dificultando porque querem que eu vá para a rua, virar mendiga”, disse.

FILHOS DIZEM QUE NÃO EXCLUÍRAM ELAINE

Por meio de seus advogados, os filhos de Paulinho, Twigg e Pedro Paulo, afirmam que Elaine nunca foi excluída do inventário porque, ainda que fosse o caso, o momento processual adequado não apresenta hipótese de cabimento da exclusão.

“Reitero que não há possibilidade nem momento processual adequado para que um dos herdeiros seja excluído, até porque foi aberto o processo de inventário, mas nem as primeiras declarações foram apresentadas. Isso significa dizer que nem os bens deixados pelo falecido foram apresentados nem mesmo se possui testamento e/ou outros herdeiros”, diz a nota.

Os advogados afirmam que Pedro Paulo e Twigg estabeleceram contato com Elaine com o intuito de se reunirem e tratarem das formalidades e burocracias decorrentes da morte de Paulinho, mas que Elaine teria recusado a reunião e alegado que não estava bem no momento para tratar deste assunto.

“Os filhos de Paulinho agiram com extrema cautela ao distribuir o inventário no prazo adequado e nunca excluíram Elaine de absolutamente nenhuma possibilidade. Não há qualquer confusão no inventário, haja vista que nem relacionados ainda foram os bens”, finaliza a nota.

Notícias ao Minuto Brasil – Fama
Read More

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *