Prefeito de Cuiabá não deve mudar decreto municipal para seguir novas restrições feitas por governo em shows e eventos | Mato Grosso

Prefeito de Cuiabá não deve mudar decreto municipal para seguir novas restrições feitas por governo em shows e eventos | Mato Grosso
Compartilhe

A Prefeitura de Cuiabá informou que deve manter o decreto municipal e não deve seguir o novo decreto estadual, que restringiu medidas para prevenção e avanço do contágio da covid-19 no estado e proibiu realização de eventos e shows por 45 dias. Já a Prefeitura de Várzea Grande informou que vai seguir a determinação do governador Mauro Mendes (DEM).

O decreto estadual proíbe pelos próximos 45 dias a realização de eventos sociais, festas, shows, atividades em casas noturnas e confraternizações com mais de 100 pessoas em espaços privados ou públicos, “inclusive o uso de logradouros públicos, onde haja aglomeração e consumo de bebidas alcoólicas”.

As novas restrições foram anunciadas na segunda-feira (18), após o aumento da média móvel de casos, internações hospitalares e mortes pela doença.

De acordo com o prefeito Emanuel Pinheiro (MDB), o decreto municipal, que permite as atividades, serão mantidos.

“Mas, se houver pontos favoráveis no decreto estadual para conduzir a cidade com maior segurança, irei utilizá-los”, afirmou.

O prefeito afirmou que não irá restringir o comércio, mas será mais rigoroso com alguns segmentos, como os de eventos, como o decreto do governador prevê.

“Devemos fazer uma maior fiscalização nesses setores. Não entendo o que leva os proprietários e as pessoas irem a eventos privados com aglomeração. Não entendo tamanha irresponsabilidade” afirma o gestor.

Emanuel também disse também que não quer atrasar a economia da cidade, mas que precisará adotar algumas medidas.

“Não quero travar minha cidade. Já passamos desse momento. Mas a irresponsabilidade não passou ainda. Teremos tolerância zero para esses grandes eventos e aglomerações em casas noturnas, que são grandes ameaças para a alta contaminação da Covid-19 no cenário atual”, ressalta.

Já a Prefeitura de Várzea Grande informou, por meio de nota, que deve emitir um novo decreto seguindo o estadual.

O Comitê de Enfrentamento a Cociv-19 se reunirá com o prefeito Kalil Baracat para anunciar as novas medidas.

Mato Grosso atingiu 200.134 casos confirmados da Covid-19 e 4.815 mortos, conforme boletim divulgado pela Secretaria Estadual de Saúde (SES-MT), nesta segunda-feira (18). Há dez meses, o estado registrava o primeiro caso da doença.

O governo de Mato Grosso começa a distribuir, nesta terça-feira (19), 126.160 doses da vacina Coronavac que irá contemplar 60.074 pessoas no estado.

O Noroeste
Read More

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *