Portugal com mais 6.702 infectados e 167 mortes (novo máximo)

Portugal com mais 6.702 infectados e 167 mortes (novo máximo)
Compartilhe

Portugal somou mais 6.702 infectados com o novo coronavírus e 167 mortes relacionadas com a Covid-19, o maior número de sempre ao superar os 166 registrados no sábado, indica o boletim epidemiológico divulgado nesta segunda-feira pela Direção-Geral de Saúde (DGS).

Estes números representam um aumento de 1,22% no que toca aos novos casos de contágio e de 1,88% em relação às mortes.

Desde o início da pandemia, o país acumula 556.503 infectados pelo SARS-CoV-2 e 9.028 óbitos associados à Covid-19.

O número de novos casos nesta segunda-feira cai significativamente, depois de vários dias acima dos 10 mil, incluindo no fim de semana. No entanto, sabe-se que os dados são genericamente mais baixos às segundas-feiras devido ao não funcionamento de todos os laboratórios aos sábados e aos domingos.

O boletim desta segunda-feira indica que, nas últimas 24 horas, 4.660 pessoas se recuperaram da doença. Assim, considerando os novos casos e os que se curaram no último dia, o saldo de casos ativos de Covid-19 no país aumenta para 1.875, situando-se agora nos 135.886.

Além do elevado número de óbitos, o dado mais preocupante é o número de internamentos que não para de aumentar. Em 24 horas, foram internadas com Covid-19 em Portugal 276 pessoas. No total, estão hospitalizadas 5.165 doentes. Destes 664 estão em Unidades de Cuidados Intensivos (UCI), mais 17 em relação a ontem.

Por regiões, Lisboa e Vale do Tejo registra o maior número de mortes (70) e maior número de contágios (2.643). Logo em seguida surge o Norte com 2.109 diagnósticos positivos para o SARS-CoV-2 e 42 mortes. O Centro somou mais 1.217 infectados e 38 óbitos por Covid-19. O Alentejo reportou 258 casos em 24 horas e 14 óbitos e no Algarve registraram-se 239 infectados e três mortes.

Nas regiões autônomas, onde não ocorreu qualquer morte devido à Covid-19, os Açores somaram mais 99 contágios e a Madeira 137.

Importa referir que Portugal é agora o país do mundo com mais casos de Covid-19 por milhão de habitantes, ultrapassando os países que têm sido mais afetados pela pandemia, de acordo com os dados da Universidade Johns Hopkins.

As medidas do novo confinamento geral têm um horizonte de um mês. O primeiro ministro António Costa admitiu que na segunda quinzena as restrições poderiam ser abrandadas ou agravadas, mediante a evolução epidemiológica.

No entanto, o caminho parece ser o do endurecimento das regras. Nesta segunda-feira, o Governo se reúne em sede de Conselho de Ministros extraordinário para fazer um balanço dos primeiros dias do confinamento e decidir medidas adicionais de combate à pandemia.

Notícias ao Minuto Brasil – Mundo
Read More

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *